Inteligência Competitiva Brasil: PIB do Brasil em 2016 tem pior resultado entre 39 países

Além do Brasil, só a Rússia registrou contração na atividade econômica no ano passado, de -0,8%

O Brasil amargou o pior resultado no Produto Interno Bruto (PIB) num ranking de 39 países que já divulgaram seus dados oficiais de atividade econômica, segundo informações compiladas pela Austin Rating.

O PIB brasileiro registrou queda de 3,6% em 2016 ante 2015. O resultado foi inferior ao de países que notadamente enfrentam desafios na área econômica, como a Grécia (0,3%), ou passaram por guerras recentes, como a Ucrânia (2,0%) e a Rússia (-0,8%).

A Rússia foi o único país a fazer companhia ao Brasil no território negativo em 2016, dentro do ranking da Austin, que utiliza informações preliminares sobre o fechamento do ano passado fornecidas pelos países listados.

A Índia liderou o ranking com um crescimento de 6,9% no ano passado, enquanto a economia chinesa avançou 6,7%, no segundo lugar da lista.

Segundo a agência de classificação de risco, a média de crescimento dos Países que formam os BRICs – Brasil, Rússia, Índia e China – foi de 2,3% em 2016.

No quarto trimestre do ano passado, o desempenho do PIB brasileiro ficou também na lanterna do ranking, o pior resultado entre os 38 países que forneceram informações referentes à comparação com o quarto trimestre de 2015 (-2,5%).

Fontes: Daniela Amorim, Fernanda Nunes, Mariana Sallowicz, Vinicius Neder ,
O Estado de S.Paulo, 07 Março 2017 | 12h35

Advertisements