Solving our financial crisis

Alfredo —

The economy hit a new low this week, and in every part of the country, people like you are feeling it.

The recent financial disasters — from the collapse of Fannie Mae and Freddie Mac to the historic drop in the stock market — are not just a string of bad luck. They are the result of years of bad decisions made in favor of big corporate special interests instead of America’s working families.

More than 600,000 Americans have lost their jobs since January. Home foreclosures are skyrocketing, and home values are plunging. Gas prices are at an all-time high, and we’re still spending more than $10 billion every month on a war in Iraq that should never have been waged.

John McCain’s campaign is doing everything it can to focus attention on false personal attacks and distractions — but there’s too much at stake for that kind of politics.

I need your help to get the conversation back on track.

I recorded a two-minute TV ad about our economy and my plan to solve this crisis. Please watch the ad and share it with everyone you know:

Watch the video and share it with your friends

For eight years, Bush-McCain economic policies have favored reckless deregulation and huge tax loopholes for big corporations. Now, as these corporations crumble, American taxpayers are facing costly bailouts.

More of the same failed ideas are not going to solve our economic problems.

I’m calling for a $1,000 tax break for middle-class families — not just because they need help dealing with the rising costs of gas, food, and health care, but also because our economy needs to be reinvigorated from the bottom up, not the top down.

I’m proposing a second stimulus package to save over one million jobs and provide immediate relief to struggling families.

And I’ll end the “anything goes” culture on Wall Street with real regulation. We can see clearly that our economy is stronger when we protect investments and pensions, and avoid devastating bankruptcies and bailouts.

This is no ordinary time, and it shouldn’t be an ordinary election. Help keep the discussion focused on the issues.

Please watch the video and share it with your friends today:

http://my.barackobama.com/economyvideo

Thanks for helping to bring the change this country needs,

Barack

Donate

Paid for by Obama for America

This email was sent to: alfredopassos

Advertisements

Inteligência Competitiva na ESPM: Palestra e Livro nesta quinta-feira, 26 de junho de 2008

ESPM e ABRAIC, convidam para a apresentação de Robson Alberoni, sobre os resultados de recente estudo do Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado – Ibramerc.

Entre os tópicos a serem abordados estão:

  • Foco da área de IM e as principais ferramentas utilizadas;

  • Número médio de profissionais destinados às ações de IM e empresas que possuem ao menos um profissional;

  • Metodologias de análise mais praticadas;

  • Principais benefícios da área enxergados pelas empresas.

Após a palestra, será lançado com exclusividade para os presentes, o livro “Inteligência Competitiva para Pequenas e Médias Empresas – Como superar a Concorrência e Desenvolver um Plano de Marketing para sua Empresa”, de autoria do Prof.M.Alfredo Passos da ESPM com Prefácio de autoria do Prof.Dr.Alexandre Gracioso, Diretor Nacional de Graduação da ESPM, capa de Aline Annunciato Ikeda, publicado pela LCTE Editora.”

Sobre o palestrante: Robson Alberoni

Atuou na Klabin desde 1998, ocupando o cargo de Gerente de Desenvolvimento de Mercado, sendo responsável pelo desenvolvimento e implementação do SKIM – Sistema Klabin de Inteligência de Mercado – considerado pela Microsoft como uma das três melhores aplicações em inovação do mundo e a melhor solução “MBS (Microsoft Business Solution) na categoria Inovação Tecnológica de 2005” para a América Latina. O projeto também foi vencedor do prêmio “Padrão de Qualidade – Gestão do Conhecimento pela revista B2B Magazine em 2006. Hoje, Robson é gerente de Inteligência de Mercado e Informações Gerenciais da Distribuidora Automotiva. É responsável pelo desenvolvimento de ferramentas de gestão, planejamento de mercado, análise de tendências, melhoria da eficiência e eficácia comercial.

Robson Alberoni é formado em Engenharia pela Universidade Federal de Lavras com MBA em Marketing pela USP / FIA e MBA em e-Management pela FGV / EPGE. Possui especialização em Marketing pela ESPM, especialização em CRM pela ITCom e extensão em Administração de Marketing pela FGV / EAESP.

Informações sobre o evento:

Data: 26 de Junho de 2008 (quinta-feira)

Horário: 19h30 às 21h00

Local: ESPM – Campus Profº Francisco Gracioso – Auditório Philip Kotler

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 – Vila Mariana – São Paulo – SP (Estacionamento no local)

Entrada Franca – Vagas limitadas

Inscrições pelo telefone (11) 5085-4600 ou pelo e-mail centralinfo@espm.br com os seguintes dados:

• Seu nome completo:

• Empresa / Faculdade:

• Cargo / Semestre:

• Telefone:

• E-mail:

Você receberá a confirmação de sua presença em seu e-mail. Imprima esta confirmação e apresente na entrada do evento.

Realização: ESPM

Bom dia e bom trabalho.

O livro de ouro da Liderança

O Livro de Ouro da Liderança é o mais recente lançamento do americano John C. Maxwell, profissional apontado pela Leadership Gurus International como o mais influente especialista sobre o tema do mundo.

Autor de mais de 50 títulos sobre o assunto e com 12 milhões de livros vendidos, Maxwell é fundador das organizações de sociedade civil Injoy Stewardship e EQUIP, que têm como meta treinar mais de 1 milhão de líderes em todo o mundo.

Editado pela Thomas Nelson Brasil, o lançamento traz o audiolivro As 21 irrefutáveis leis da liderança, com toques exclusivos do guru.

Nas 269 páginas da publicação, Maxwell defende a idéia de que a liderança não se constrói de uma hora para outra e, sim, durante a vida toda. Ao final de cada capítulo, os leitores encontram uma seção com sugestões para colocar seus ensinamentos em prática, além de dicas que podem ajudar no desenvolvimento da liderança em sua carreira.

O autor ainda desmistifica a tese de que o líder não pode se envolver pessoalmente com a sua equipe. “Nenhum líder é bem-sucedido se não contar com a ajuda de alguém”, diz. “Se a motivação for limitada a avançar na profissão, corre-se o risco de se tornar aquele tipo de líder carreirista, que finge ser o rei da cocada preta diante dos colegas e funcionários”, explica.

O Livro de Ouro da Liderança
Autor: John C. Maxwell
Editora: Thomas Nelson Brasil
Preço: R$ 29,90

Fonte: Instituto Empreender Endeavor

Faça parte do nosso grupo: San Diego, California, USA: Capital da Inteligência Competitiva nesta semana (2)

Estava começando a escrever sobre o trabalho de Andrew Abela, professor da Catholic University of America, denominado “Extreme Presentation: Creating Communication that Drives Client Impact“, quando chegou um email da Ana. Sua mensagem foi para realizar um workshop, para os profissionais que não estiveram presentes, na Conferência Internacional da SCIP que termina hoje.

O tema do Professor Abela, passa por tópicos como comunicação e principalmente conhecimento da audiência, ou seja, dos clientes internos, para uma apresentação de maior impacto. Ou seja, como apresentar informações e principalmente análises para audiências diversas.

E como a Ana pediu para apresentar. Algumas questões que parecem óbvias, não são tão óbvias assim na opinião de Abela.

Então de início já temos algumas questões para serem respondidas: Como apresentar? Quem apresenta? Quando apresentar? Como apresentar? Por que apresentar?

A partir destas questões, lembrei que este assunto vem sendo discutido desde o ano passado, entre profissionais de diferentes regiões/países, e que muitos querem ter uma forma de conhecer outras experiências e trocas de idéias com outros profissionais, não só deste mas muitos outros tópicos em Inteligência Competitiva.

Pensando em colaborar com este aspecto, criei um grupo no Linkedin para fazer isso. Como já temos profissionais que falam inglês vamos procurar realizar a comunicação em inglês e português.

Se você está interessado em conhecer as novidades em Competitive Intelligence, ou seja, Inteligência Competitiva, faça parte de nosso grupo.

Então, bem-vindo ao Competitive Intelligence Professionals, clicando aqui

Obrigado Ana pelo insight. Volto a apresentação do Professor Andrew Abela amanhã.

Bom dia e bom trabalho.

Ford oferecerá pacote que transforma veículo em escritório

Um dos maiores destaques do Salão de Chicago deste ano não é um veículo, mas um pacote de acessórios. A Ford aproveitou a mostra para apresentar o “Ford Work Solutions”, um sistema integrado criado para facilitar a vida de quem usa o carro como escritório.

fordworksolution.jpgA novidade chegará ao mercado no segundo semestre deste ano, inicialmente como opcional nas picapes F-150 2009 e outros modelos da série F, além das vans série E.

O acessório mais prático do sistema é um computador instalado no painel que, segundo a fabricante, permitirá que o usuário imprima notas e faturas, confira estoques e acesse remotamente documentos guardados em computadores domésticos ou em suas empresas.

O computador também proporciona acesso à Internet de alta velocidade e fica localizado no centro do painel, no lugar habitualmente reservado ao rádio. Ele tem uma tela sensível ao toque de 6,5 polegadas, dois gigabytes de memória expansível, entrada USB, teclado e mouse sem fio. Opcionalmente, o usuário pode ter uma impressora a jato de tinta.

Com o pacote, a Ford pretende conquistar mais clientes entre prestadores de serviços autônomos e pequenas empresas. O preço estimado é algo em torno de US$ 2 mil (aproximadamente R$ 3,6 mil), o equivalente a um notebook de alta capacidade, facilmente diluído no financiamento do veículo.

Fonte: Auto Estrada

Bom dia e bom trabalho

Uma nova lógica empresarial

“Os indivíduos mudaram mais do que as organizações de negócios das quais dependem.

Os últimos cinqüenta anos testemunharam o surgimento da nova geração de indivíduos, embora as empresas contunuem a operar de acordo com uma lógica inventada na época de sua origem, há um século.

O abismo que hoje separa indivíduos e organizações é marcado por frustrações, desconfiança, decepção e até raíva.

Além disso, abriga a possibilidade de um novo capitalismo e uma nova era de geração de riquezas.”

Palavras de  Shoshana Zuboff e James Maxmin em O novo Jogo do negócios, campos, 2003.

Bom dia e bom trabalho.

Sempre Drucker

“Não há países subdesenvolvidos, há países subgeridos” Peter Drucker (1993)

Drucker explicou assim como gerir a grande empresa (corporation);

  • Garantiu que a gestão se podia aprender, que não era exclusiva de uns quantos iluminados;
  • Projetou de novo o papel do “empreendedor”, a mais importante personagem na inovação do tecido econômico;
  • Revelou a sociedade emergente do nosso século, baseada no conhecimento;
  • Deu nobreza à gestão em todo o gênero de organizações sem fins lucrativos.

Bom dia, bom trabalho e bom final de semana.

9/11

Era terça-feira, dia bonito, com sol e parecia ser mais um dia como outros na corrida metrópole. Não foi.

Pelas vítimas e famílias do 11 de Setembro.

“O serviço desinteressado ao próximo é o mais difícil dos nove passos em direção a Deus. Ele é, essencialmente, a ação que surge da aspiração por conquistar a graça de Deus. Ele é o passo mais importante para extinguir o ego. Somente através do serviço o homem pode alcançar o domínio sobre os sentidos, as paixões e as predileções e, por meio disso, alcançar a Divindade. O Amor se expressa como serviço, e Deus é Amor.”

SATHYA SAI BABA

Inteligência Competitiva e o trabalhador de conhecimento

Especialistas indicam que o Brasil passa por um momento único em sua história, em função de um período com indicadores extremamente positivos.

Embora as melhorias se devam também ao cenário internacional, as empresas voltam a pensar o longo prazo e assim implementar os planos de investimentos.

Com um cenário favorável, torna-se necessário cada vez mais, entender como se manter à frente dos movimentos da concorrência e do mercado.

Tarefa nem sempre fácil.

Afinal, uma das mais importantes funções de um gestor é entender todo o processo da competição.

Este entendimento passa pela compreensão da estratégia, da estrutura de custos e dos modelos de precificação das empresas que concorrem no mercado, segundo Robert Crandall, ex-CEO da American Airlines.

Entender estas questões é tarefa do profissional de Inteligência Competitiva. Mas quem é este profissional? Qual a sua origem?

Em The landmarks of tomorrow, 1959, Peter Drucker denominou o grupo recém-emergente de trabalhadores de conhecimento.

Segundo Drucker, o trabalhador de conhecimento tem acesso ao trabalho, emprego e função social pela educação formal.

Por isso, a educação é o centro da sociedade do conhecimento. E nesse contexto, que tipo de conhecimento é necessário para todos? Que combinação de conhecimentos é necessária para todos? O que é qualidade em aprendizado e ensino?

Drucker pensa que a aquisição e distribuição de conhecimento formal ocupará, na política da sociedade do conhecimento o lugar ocupado pela aquisição e distribuição da propriedade e renda, nos dois ou três séculos chamados de Era do Capitalismo.

Se a educação é importante, então que tipo de conhecimento é necessário para o profissional de Inteligência Competitiva? Que combinação de conhecimentos pode levar um profissional de IC a fazer a diferença para uma empresa?

O despertar pela metodologia e ferramentas de Inteligência Competitiva, nos leva a acreditar que para muitas empresas, a preparação para um futuro incerto, nunca teve tanto valor como agora.