Cerveja artesanal perde participação no mercado

As cervejarias artesanais, que têm as vendas concentradas em bares e restaurantes, tiveram que se ajustar para sobreviver durante a pandemia.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), o segmento de cervejas artesanais perdeu um ponto de participação de mercado no Brasil em 2020, passando a responder por 3% do volume vendido. Isso aconteceu no momento em que o mercado total de cerveja cresceu 4% em volume, com avanço das grandes cervejarias Ambev, Heineken e Grupo Petrópolis.

“O segmento foi muito afetado pela queda de vendas de barris para bares”, observou Paulo Petroni, presidente da CervBrasil, entidade que reúne Grupo Petrópolis, Imperatriz Cervejaria, Cerveja Bendicta, Krug Bier, Cervejaria Lund e Brassaria Ampolis.

De acordo com a entidade, a venda da cerveja artesanal em barris representa 25% do volume total da categoria e essa produção foi quase toda paralisada durante a pandemia. Os fabricantes tiveram que redirecionar a produção para a venda em supermercados, um negócio mais concorrido e menos rentável do que a venda para bares. Petroni considera que o mercado pode ter alguma melhora com o novo auxílio emergencial, mas diz que o cenário é ainda muito instável para fazer estimativa de vendas para o ano.

Em Minas Gerais, as cervejarias artesanais enfrentaram um desafio adicional: recuperar a confiança dos consumidores, perdida com os casos de intoxicação por monoetilenoglicol e dietilenoglicol encontrados em cervejas da Backer, que tinha 44% do mercado.

De acordo com o Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais (Sindbebidas MG), as vendas de cervejas artesanais no Estado tiveram queda de 50% em faturamento em 2020, em comparação com o ano anterior, passando para aproximadamente R$ 72 milhões. Em volume, as vendas caíram 33%, para 14,5 milhões de litros.

“Com os pontos de venda fechados, o que salvou fabricantes foi a venda on-line e em supermercados”, afirmou Marco Falcone, vice-presidente do Sindbebidas MG e dono da Cervejaria Falke. Com 150 bares fechados a maior parte do ano, as vendas da Falke também foram fortemente afetadas, segundo o executivo.

Já a Krug Bier, sediada em Nova Lima (MG), conseguiu abocanhar uma fatia do mercado antes atendido pela Backer e passou a liderar o segmento de cervejas artesanais em Minas Gerais, com uma participação da ordem de 33%. Alexandre Bruzzi, sócio diretor da Krug Bier, disse que as vendas da cervejaria cresceram 5% em 2020, em comparação com o ano anterior. Neste ano, a cervejaria viu as vendas aumentarem 50% no primeiro bimestre, em comparação com o mesmo intervalo do ano passado.

No ano passado, a Krug Bier aumentou em 50% as suas vendas para redes de supermercados, o que ajudou a compensar a queda nas vendas em bares. A empresa fechou acordo para vender seu chope para 200 novos pontos de venda. Além disso, a cervejaria lançou em abril um serviço de comércio eletrônico que ajudou a impulsionar as vendas.

A Krug Bier realiza desde 2019 um plano de investimentos de R$ 10 milhões para dobrar a sua capacidade produtiva, para 8 milhões de litros por ano até 2023. Neste ano, a produção deve fechar o ano entre 6 milhões e 7 milhões de litros. Neste ano, o investimento em aumento de capacidade produtiva e de vendas será de R$ 3 milhões. A Krug Bier vende suas cervejas artesanais para 16 Estados e negocia a entrega em mais cinco Estados neste ano – Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Acre e Amazonas.

O processo de expansão foi interrompido pelo agravamento da pandemia. “Em março o varejo fechou, mas ainda vendemos muito para supermercados e pelo e-commerce”, afirmou Bruzzi. O executivo considera que os consumidores continuam tomando cerveja artesanal, só que em vez de ser no bar, bebem em casa.

Fonte: Valor, Cibelle Bouças — De Belo Horizonte, 25/03/2021.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s