O método Kaizen e seus efeitos sobre a gestão de empresas no Brasil

kaizen é uma prática de gestão originária do Japão e tem como objetivo otimizar processos para gerar bons resultados nas empresas. Literalmente, kaizen quer dizer “mudar para melhor” (em japonês, kai significa “mudar” e zen, “para melhor”). O conceito básico do kaizen é a melhoria contínua com o envolvimento de toda a força de trabalho.

Utilizando um conjunto de dados estratificados por empresa, obtido em pesquisas do IBGE sobre a indústria e sobre a inovação no Brasil, e baseando-se ainda em pesquisas qualitativas, o artigo “Bônus sem ônus? Efeitos do kaizen sobre as empresas brasileiras” avalia os impactos dessa ferramenta sobre o desempenho das empresas nacionais.

Uma maneira comum de melhorar o desempenho das empresas é pela incorporação de métodos de gestão. Para aumentar sua eficiência, as empresas buscam novas práticas de gestão, pois precisam competir em um mercado em constante mudança para prosperar.

Diferenças na produtividade são parcialmente explicadas pela qualidade das práticas de gestão. Estima-se que as diferenças nessas práticas de gestão representam cerca de 30% das diferenças na produtividade total entre os países. Na arena internacional, práticas de gestão do setor privado nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil, estão defasadas em relação às dos países desenvolvidos.

O artigo “Bônus sem ônus? Efeitos do kaizen sobre as empresas brasileiras”, publicado pelo BNDES, tem como objetivo fazer uma avaliação de impacto sobre a capacidade do kaizen para a melhoria do desempenho nas empresas brasileiras de manufatura, considerando abordagens quantitativas e qualitativas. Até onde se sabe, esta é a primeira tentativa de combinar essas duas abordagens para avaliar como o kaizen é capaz de aumentar o desempenho das empresas em todo o mundo.

Entre as conclusões apontadas pelo artigo, destaca-se que o kaizen seja uma ferramenta eficaz para aumentar a inovação nas empresas no curto prazo e ganhos de produtividade no longo prazo. Acesse o estudo completo

Fonte: BNDES

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s