Não tinha teto, não tinha nada: fundadora conta como o Nubank começou

A cofundadora do Nubank Cristina Junqueira estreia nesta segunda-feira, 10, uma nova coluna quinzenal em vídeo na EXAME. No espaço, a executiva vai falar sobre novas ideias de carreira, negócios e tecnologia e responder perguntas enviadas por leitores pelas redes sociais.

Na coluna desta segunda, a executiva responde por vídeo uma grande curiosidade do público: como foi o começo da sua jornada de empreendedorismo com a startup?

“A inspiração [para começar o Nubank] veio dessa loucura que a gente vive como consumidor no Brasil”, conta ela. “A gente olhava para o mercado brasileiro e falava: ‘Não é possível que a gente seja obrigado a pagar os maiores juros do mundo, as maiores tarifas do mundo e ter uma das piores experiências como cliente’”.

A fintech foi fundada em 2013 e hoje tem cerca de 26 milhões de clientes. Seu primeiro produto, o cartão de crédito sem anuidade, foi lançado em 2014 e já é usado por mais de 13 milhões de pessoas.

Segundo ela, essa deve ser a inspiração para empreendedores em qualquer setor do Brasil. “Muita coisa no Brasil não está certa, muita coisa no Brasil funciona mal. E cada problema é uma inspiração”, fala Junqueira.

Ela também conta sobre a rotina nos primeiros anos do Nubank, o que eles fizeram para a ideia dar certo e como foi formada a cultura da startup.

“Eu brinco que era que nem aquela música: não tinha teto, não tinha nada… Não tinha escritório, não tinha nome de empresa, não tinha CNPJ, não tinha dinheiro, não tinha nada. A gente trabalhou muito de alguns cafés. E trabalhava muito da sala da minha casa”, lembra ela.

Para Junqueira, o Nubank ainda está só começando. Desde o primeiro produto, a startup continuou lançando novidades a todo momento, como as opções de cartão de débito, programa de pontos e a conta digital. Hoje mesmo foi introduzida uma nova ferramenta de rendimentos com resgate planejado.

A cada duas semanas, a cofundadora da startup voltará para compartilhar mais histórias e lições no canal da EXAME.

Fonte: EXAME, Redação. Publicado em: 10/08/2020 às 11h02. Alterado em: 10/08/2020 às 11h42

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s