Merkel quer recuperação com apoio à economia verde após coronavírus

Angela Merkel
A chanceler alemã Angela Merkel  Foto: Michel Kappeler/Pool via REUTERS/File Photo

BERLIM – Os governos deveriam se concentrar na proteção do clima ao considerar pacotes de estímulo fiscal para apoiar uma recuperação econômica da pandemia de coronavírus, disse na terça-feira, 29, a chanceler alemã Angela Merkel. A chanceler deixou claro que deseja combinar a tarefa de ajudar as empresas a se recuperarem da pandemia com o desafio de estabelecer mais incentivos para reduzir as emissões de carbono.

Falando em uma cúpula virtual sobre clima conhecida como Diálogo Climático de Petersberg, Merkel disse que esperava discussões difíceis sobre como projetar medidas de estímulo pós-crise e sobre quais setores precisam de mais ajuda do que outros. “Se estabelecermos programas de estímulo econômico, devemos sempre ficar de olho na proteção do clima”, afirmou Merkel, acrescentando que o foco deve ser o apoio às tecnologias modernas e às energias renováveis.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse na conferência que pode haver uma oportunidade para o mundo nos “tempos sombrios” da crise do coronavírus. “O reinício pode levar a um mundo mais saudável e resiliente para todos”, disse ele.

Merkel disse que os governos deveriam atrair dinheiro do setor privado através dos mercados financeiros internacionais para financiar a mudança em direção a uma economia mais favorável ao clima. As propostas discutidas pela coalizão governista de Merkel para um pacote de estímulo pós-coronavírus incluem um maior incentivo em dinheiro para a compra de carros elétricos.

Merkel também enalteceu a meta mais ambiciosa estabelecida pela Comissão Europeia de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em até 55% até 2030 em comparação aos níveis de 1990.

Christoph Bals, da Germanwatch, um grupo de proteção ambiental, disse que é um importante passo para Merkel colocar pressão pela meta climática da UE. “Ela agora tem a tarefa, como futura presidente do Conselho da UE, de vincular os programas de estímulo às metas climáticas de tal forma que pelo menos uma meta de 55% da UE para 2030 possa ser adotada este ano”, Bals disse. A Alemanha ocupará a presidência da UE no segundo semestre deste ano.

Fundo

A União Europeia concordou na semana passada em elaborar um fundo de recuperação de trilhões de euros para reavivar economias devastadas pela pandemia e já assinou um auxílio estatal no valor de 1,8 trilhão de euros (US $ 1,95 trilhão).

Até o momento, a Comissão Europeia não adotou condições “verdes” ao aprovar a ajuda dos orçamentos nacionais, já que a crise da saúde tem prioridade. Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, disse que o pacote de trilhões de euros, elaborado para revisão em meados de maio, impulsionaria seu plano de Green Deal de reduzir as emissões líquidas da UE para zero até 2050. 

Fontes: Michael Nienaber and Markus Wacket / Thomson Reuters Foundation, O Estado de S.Paulo, 29 de abril de 2020 | 10h05.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s