Peter Drucker, o guru dos gurus, reiterou uma sentença que, apesar de óbvia, ainda é  negligenciada por muitos: uma organização é uma entidade social. Sua ação se concretiza na sociedade, e o valor que cria traz benefícios ou prejuízos a esse contexto.

Portanto, a dinâmica existente no ambiente corporativo reflete os movimentos sociais. Com a onipresença das empresas na rotina dos cidadãos, começou a ocorrer uma simbiose em que a sociedade influencia e é influenciada pelos movimentos corporativos e vice-versa. Uma das formas mais vibrantes para entender a evolução do ambiente de negócios é avaliar os movimentos do macrocontexto social e como eles modelaram historicamente o pensamento sobre gestão.

Leia mais em:

Magaldi, Sandro e Salibi Neto, José. Gestão do Amanhã. São Paulo: Editora Gente, 2018

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s