A Condição Humana

Livro Clássico de Hanna Arendt examina a relação entre a condição humana e a expressão “vita activa”

A versão definitiva de A condição humana, mais que uma resposta à pergunta sobre como e por que foi possível o totalitarismo, e mais que um exame da relação entre totalitarismo e tradição, converteu-se em uma fenomenologia das atividades humanas fundamentais no âmbito da vida ativa – o trabalho, a obra ou fabricação e a ação. Arendt principia sua investigação com o exame da relação entre a condição humana e a vita activa, definida em contraposição à vita contemplativa, mas visa antes de tudo a transcender a caracterização tradicional das atividades e da relação entre elas com vistas a uma indagação sobre o significado das próprias atividades e das transformações em seu caráter na era moderna.

Esta nova edição traz uma introdução de Margaret Canovan, uma cientista política inglesa que tem duas obras publicadas sobre o pensamento de Hannah Arendt e é professora de Ciência Política na Universidade de Lancaster. Sua Introdução foi traduzida pelo apresentador e revisor técnico da edição brasileira, professor Adriano Correia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s