Canal das Empresas vai discutir a competitividade do país: Brasil ocupa a antepenúltima posição em Ranking Mundial de Competitividade

O Brasil ocupa a 61ª colocação dentre as 63 nações mapeadas pelo Índice de Competitividade Mundial 2017 (World Competitiveness Yearbook – WCY), divulgado pelo International Institute for Management Development (IMD), com sede na Suíça, e pela Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios brasileira com atuação internacional. O país caiu quatro posições em relação ao ano passado.

O resultado consolida uma tendência gradativa de perda de espaço no cenário competitivo internacional. Em sete anos, o Brasil perdeu 23 posições no relatório global do IMD. O estudo é publicado desde 1989 pelo IMD e, no Brasil, conta com a parceria da FDC. Depois de atingir sua melhor posição em 2010 (38º lugar) o Brasil figura agora como um dos países menos competitivos do mundo, ao lado de Ucrânia (60ª), Mongólia (62ª) e Venezuela (63ª), nas últimas posições.

Classificação geral do Índice de Competitividade Mundial 2017

Fonte: IMD Competitiveness Yearbook 2017

No topo do ranking, Hong Kong lidera pelo segundo ano consecutivo, seguido por Suíça e Cingapura, que ao subir uma posição, levou os EUA a sair das três primeiras posições pela primeira vez na década. Para o professor Arturo Bris, diretor do Centro Mundial de Competitividade do IMD, os indicadores de Hong Kong, Cingapura e Suíça que mais tiveram destaque estão relacionados à eficiência do governo e dos negócios e à produtividade. “Esses países mantiveram um ambiente favorável às empresas, e incentivam a produtividade. A China, por exemplo, teve melhorias em diversos fatores atribuídas à sua dedicação ao comércio internacional. Isso continua a impulsionar a economia e a melhoria da eficiência do governo e dos negócios”, afirma.

Este ano é a primeira vez que o IMD publica um relatório separado com a classificação da competitividade digital dos países. Indicadores de tecnologia e infraestrutura científica já estão incluídos no ranking geral. No entanto, o novo Ranking traz novos critérios de mensuração da capacidade dos países de adotar e explorar tecnologias digitais que levem à transformação das práticas governamentais, dos modelos de negócios e da sociedade em geral.

Brasil em 2017: crise e necessidade de reformas

O Brasil obteve, em 2017, 55.829 pontos no índice agregado de competitividade, o que representa um avanço de 4.153 pontos em relação a 2016. O aumento, entretanto, foi insuficiente para gerar avanços no ranking geral.

“Em comparação a 2010, ano em que ocupou a sua melhor posição (38ª), o Brasil apresentou uma perda de aproximadamente 10% em competitividade. A queda apresentada em 2017 não é apenas relativa, mas também absoluta se observada no longo prazo”, explica um dos autores do estudo, o professor Carlos Arruda, da FDC.

Mais informações Fundação Dom Cabral, clique aqui, fAssessoria de imprensa 

Canal das Empresas

O Canal das Empresas nasce a partir do trabalho de pesquisa e práticas reais de Inteligência Competitiva nas organizações desde os anos 2000.​

Desde a dissertação de mestrado, tese de doutorado, 7 livros, comunidades no LinkedIn, Facebook, Twitte e a Revista Inteligência Competitiva.

Hoje muitos profissionais e acadêmicos sabem o que é IC, para o que é, e como aplicar.

​Conquistamos o primeiro SCIP Catalyst Award. Não fomos únicos, mas os pioneiros!

A audiência do canal das das empresas foi formada há duas décadas pelo trabalho de Inteligência Competitiva construído pelo blog inteligência Competitiva, 7 livros, as comunidades no Brasil e no exterior no LinkedIn, em seguida pela revista Inteligência competitiva e agora pelo Canal no YouTube.

E a audiência, continua a crescer!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s