Feliz Ano Novo

A Equipe da Willis Harman House AntaKarana, assim traduziu, uma linda mensagem para pensarmos no ano novo:

Grandes Rios de Gratidão, de James O´Dea

Seu corpo ama a gratidão! Não um “oh, puxa, obrigada”, mas um agradecimento profundo, em conexão com o coração, que vem de uma consciência mais elevada e um lugar de bem-estar.

Seu corpo ama isso porque a gratidão profunda lava a bioquímica do stress e sua insuficiência, e a repõe com a alquimia do calor e do fluir emocional.

A ressonância da gratidão aquece ambos o doador e o receptor; E gera um campo de reconhecimento às vezes referido como ressonância límbica.

Neste campo do reconhecimento, nós criamos um antídoto curativo e revigorante contra frases consideradas psico-toxinas: “Não tenho tempo”, “Não tenho o suficiente”, “Me sinto exausto(a)”.

Cada gota de gratidão nos abençoa com sua afirmação de que temos tudo que necessitamos em nossa consciência para reunirmos força e honrar a Vida. Cada rio de gratidão limpa as toxinas corrosivas do stress e ansiedade em seu corpo e se torna uma dádiva para você e para outros ao seu redor.

Agora visualize grandes rios de gratidão se unindo à medida que, coletivamente, nos unimos para enfrentar a hora que estamos vivendo. “Com todos os enganos, enfados e sonhos quebrados, este ainda é um mundo lindo “, escreveu Max Ehrmann. Mesmo diante de guerras, violência e desequilíbrio severo do clima, Christopher Fry declarou” Graças à Deus que nosso tempo é agora, quando o que está errado vem à tona em todos os lugares”.

Podemos estar agradecidos de que estamos aqui, neste momento de desafios na Terra, com um inextinguível senso de esperança e com a firme crença em nossa capacidade humana para curar, renovar e mesmo ir além do que pareciam ser nossas mais persistentes limitações.

Então eu digo: deixe a gratidão fluir. Estamos prontos para os desafios que existem agora e para os que nos aguardam à frente. Deixemos que estes grandes rios de nossas profundas intenções fluam em direção ao nosso mundo polarizado e perturbado e que ele seja “lavado” com o poder do Amor.

Nós viemos de todas as raças, todos os credos, todas as linhas sócio-políticas com um sentimento unificador de gratidão pela Vida, pela Consciência e por um novo caminho evolucionário adiante. Nós viremos com gratidão por cada ser com quem nos depararmos.

A nós foi dado um momento épico na jornada da Vida na Terra para juntar nosso maior conhecimento científico com a nossa mais profunda visão espiritual para que mudemos o curso da História.

Se alguma vez você pensou ser uma pessoa insignificante, considere o quanto você é necessário nesta Grande Mudança. E esteja agradecido por ter recebido este papel e por viver nesta época tão importante.

Grato a você, grato a cada um de vocês que dão um passo para cima e elevam suas consciências de cidadãos deste mundo. Grato a vocês por alimentarem estes grandes rios, ainda que estejam enfrentando um mundo de dor e negação. Grato por serem vocês!

Em gratidão

James O´Dea

Presidente do Instituto de Ciências Noéticas – California – EUA

Um Próspero Ano Novo para todos.

Brasil e o aquecimento global

A falta de um projeto consistente que contemplasse o combate ao desmatamento e a manutenção de uma matriz energética “limpa” fez com que o Brasil perdesse a oportunidade de se destacar no cenário internacional como um dos principais protagonistas na luta contra o aquecimento global.

Na opinião do presidente do Conselho de Estudos Ambientais da Fecomercio, José Goldemberg, na 13ª Conferencia do Clima, ocorrida em Bali, o Brasil deveria ter proposto formas concretas de reduzir suas emissões, bem como as dos outros países em desenvolvimento, como China e Índia, o que forçaria os EUA a aceitar também reduções.

Ao invés disso, o governo federal optou por apresentar em Bali, uma ingênua proposta de cobrar dos países ricos recursos para manter a “floresta em pé” por meio da filantropia internacional.

“Seria mais eficiente dar créditos de carbono aos países ou empresas que pagassem pela proteção da floresta, o que é rejeitado pelo governo.

É importante ressaltar que ações voluntárias, como as que o Brasil propôs, não impressionaram ninguém, porque não há forma de cobrar resultados nem permitem criar um mercado de venda de créditos de carbono”, analisa Goldemberg.

Segundo o presidente do Conselho de Estudos Ambientais da Fecomercio, embora em Bali não tenha havido um consenso sobre a necessidade de regras mais rígidas de controle de emissão de gases do efeito estufa, a Conferência encerrou com uma grande conquista: que os EUA assinassem um compromisso de redução em 50% na emissão dos gases até 2050.

Com isso, 190 países assinaram o roteiro de Bali, um documento que poderá ser um marco histórico, por estabelecer diretrizes para um novo acordo político para a luta contra o aquecimento global.

Além disso, a Conferência traçou as primeiras linhas para que em 2009 seja possível estabelecer um novo documento com metas de redução, que substituirá o Protocolo de Kyoto.

Bom dia e bom trabalho.

Early Warning: Aquecimento global e as mudanças nas empresas

Alterações no clima podem custar 20% do PIB do planeta, diz estudo.

O relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU) culpa a ação do homem pelo aquecimento global e prevê um cenário de catástrofe ambiental.

“Concentrações de dióxido de carbono (CO2), metano e óxido nitroso aumentaram notavelmente como resultado das atividades humanas desde 1750, e agora excedem, em muito, os valores (anteriores)”, diz o relatório.

“Os aumentos globais na concentração de dióxido de carbono se devem, sobretudo, ao uso de combustíveis fósseis e mudanças no manejo da terra, enquanto o aumento de metano e óxido nitroso se deve primordialmente à agricultura.”

As conclusões estão descritas no “Resumo para os Formuladores de Políticas”, que integra a primeira parte do relatório “Mudanças Climáticas 2007”.

O documento diz que, até o fim deste século, a temperatura da Terra pode subir de 1,8ºC – na melhor das hipóteses – até 4ºC.

O derretimento das camadas polares deve fazer com que os oceanos se elevem entre 18 cm e 58 cm até 2100, dizem os cientistas. Além disso, tufões e secas devem se tornar mais intensos.

Referência

Mais de 500 cientistas e representantes governamentais se reuniram a portas fechadas na sede da Unesco, em Paris, para concluir e aprovar o texto sobre as constatações científicas em relação ao aquecimento global.

As conclusões estavam sendo bastante esperadas porque servirão como referência para toda a comunidade científica mundial. O texto foi discutido linha por linha pelos participantes da reunião em Paris.

Os especialistas debateram, por exemplo, a terminologia para designar o grau de responsabilidade da ação humana no aquecimento global.

Alguns preferiam utilizar o termo “inequívoca”, outros preferiam a expressão “além de qualquer dúvida razoável”.

Ao final, os cientistas concluíram que há 90% de chance de o aquecimento global observado nos últimos 50 anos ter sido causado pela atividade humana.

É um aumento expressivo em relação ao último relatório, de 2001, que apontava uma probabilidade de 66%.

O co-presidente do IPCC, Achim Steiner, disse que o documento “acaba com as interrogações” em relação à ação do homem no aquecimento global.

BONNE ANNÉE 2008

Nesta véspera de Natal e tendo em vista o novo ano que se aproxima, uma mensagem de Simone da Willis Harman House AntaKarana, assim traduzida:

Grandes Rios de Gratidão, de James O´Dea

Seu corpo ama a gratidão! Não um “oh, puxa, obrigada”, mas um agradecimento profundo, em conexão com o coração, que vem de uma consciência mais elevada e um lugar de bem-estar.

Seu corpo ama isso porque a gratidão profunda lava a bioquímica do stress e sua insuficiência, e a repõe com a alquimia do calor e do fluir emocional.

A ressonância da gratidão aquece ambos o doador e o receptor; E gera um campo de reconhecimento às vezes referido como ressonância límbica.

Neste campo do reconhecimento, nós criamos um antídoto curativo e revigorante contra frases consideradas psico-toxinas: “Não tenho tempo”, “Não tenho o suficiente”, “Me sinto exausto(a)”.

Cada gota de gratidão nos abençoa com sua afirmação de que temos tudo que necessitamos em nossa consciência para reunirmos força e honrar a Vida. Cada rio de gratidão limpa as toxinas corrosivas do stress e ansiedade em seu corpo e se torna uma dádiva para você e para outros ao seu redor.

Agora visualize grandes rios de gratidão se unindo à medida que, coletivamente, nos unimos para enfrentar a hora que estamos vivendo. “Com todos os enganos, enfados e sonhos quebrados, este ainda é um mundo lindo “, escreveu Max Ehrmann. Mesmo diante de guerras, violência e desequilíbrio severo do clima, Christopher Fry declarou” Graças à Deus que nosso tempo é agora, quando o que está errado vem à tona em todos os lugares”.

Podemos estar agradecidos de que estamos aqui, neste momento de desafios na Terra, com um inextinguível senso de esperança e com a firme crença em nossa capacidade humana para curar, renovar e mesmo ir além do que pareciam ser nossas mais persistentes limitações.

Então eu digo: deixe a gratidão fluir. Estamos prontos para os desafios que existem agora e para os que nos aguardam à frente. Deixemos que estes grandes rios de nossas profundas intenções fluam em direção ao nosso mundo polarizado e perturbado e que ele seja “lavado” com o poder do Amor.

Nós viemos de todas as raças, todos os credos, todas as linhas sócio-políticas com um sentimento unificador de gratidão pela Vida, pela Consciência e por um novo caminho evolucionário adiante. Nós viremos com gratidão por cada ser com quem nos depararmos.

A nós foi dado um momento épico na jornada da Vida na Terra para juntar nosso maior conhecimento científico com a nossa mais profunda visão espiritual para que mudemos o curso da História.

Se alguma vez você pensou ser uma pessoa insignificante, considere o quanto você é necessário nesta Grande Mudança. E esteja agradecido por ter recebido este papel e por viver nesta época tão importante.

Grato a você, grato a cada um de vocês que dão um passo para cima e elevam suas consciências de cidadãos deste mundo. Grato a vocês por alimentarem estes grandes rios, ainda que estejam enfrentando um mundo de dor e negação. Grato por serem vocês!

Em gratidão

James O´Dea

Presidente do Instituto de Ciências Noéticas – California – EUA

Um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo para todos.

Na véspera de Natal, às 17h30, impostômetro marcará R$ 900 bi

No último dia de 2007 o painel indicará R$ 921 bilhões de impostos pagos pelos brasileiros; em 2006 foram R$ 812,7 bi e em 2005 R$ 731,8 bilhões

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) marcará segunda-feira, 24 de dezembro, véspera de Natal, às 17h30, R$ 900 bilhões em impostos municipais, estaduais e federais pagos pelos brasileiros desde 1º de janeiro deste ano.

O valor superou a quantidade arrecadada em todo o ano de 2006, que fechou com R$ 812,7 bilhões. Para este ano, a estimativa de arrecadação até o último minuto do dia 31 de dezembro é de R$ 921 bilhões.

Desde 20 de abril de 2005, o Impostômetro – instalado no centro de São Paulo – mostra a arrecadação em tempo real. Pelo site é possível saber o total de impostos pagos de acordo com o estado e os municípios.

O sistema informa o total de impostos pagos desde janeiro de 2000 e estima o quanto será pago até dezembro de 2010.

Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, o objetivo do impostômetro é fazer com que as pessoas tenham consciência sobre o quanto pagam de impostos e exijam a contrapartida em serviços públicos de qualidade. “O valor atingido este ano nos mostra também que não há necessidade de qualquer aumento de impostos”.

O pagamento de cada tributo, como Cide, Cofins, CPMF, CSLL, FGTS, Fundaf, ICMS, IR, IPI, ITR, PIS/PASEP e muitos outros pode ser visto individualmente.

Comparações sobre o que é possível fazer com este dinheiro também são possíveis. Tanto o total de impostos ou o valor pago em determinado tributo podem ainda ser convertidos em casas populares, estradas, postos policiais, carros populares, cestas básicas, bolsas-família, medicamentos e ambulâncias.

O Impostômetro está instalado no prédio da ACSP, rua Boa Vista, 51, São Paulo e também pode ser visualizado na Internet, na página: http://www.impostometro.org.br

Fonte: ACSP – Associação Comercial de São Paulo.

Bom dia e bom trabalho.

Safra recorde de grãos

A safra de grãos do período 2007/08 segue como a maior da história.

O terceiro levantamento da produção brasileira prevê uma colheita de 134,8 milhões de toneladas – 2,3% mais do que o ciclo anterior (131,8 milhões t), segundo a Conab e o IBGE.

Na comparação com o levantamento do mês passado, houve uma redução de 0,6%, (772,6 mil t) na produção. Ainda assim, o quadro se mantém positivo, estimulado principalmente pela expansão da área de plantio e incentivado pelos preços remuneradores do mercado. “Essa confirmação depende do comportamento do clima nos próximos meses”, diz o diretor de Logística da Conab, Sílvio Porto.

Mesmo 0,5% menor em relação à safra passada, a soja mantém a liderança entre os grãos com 58,1 milhões t.

Outra cultura em destaque é o milho 1ª safra, que deve ficar em 37,3 milhões t, ou 2% superior. O caroço de algodão também tem desempenho satisfatório, com 2,5 milhões t, acréscimo de 3,9%. Já o feijão 1ª safra apresenta queda de 2,4% e deve ficar em 1,5 milhão t.

O motivo está nas baixas precipitações pluviométricas, seguidas de estiagem prolongadas e baixas temperaturas nos estados produtores entre agosto e setembro, época do plantio.

A plantação deve ocupar uma área de 46,5 milhões de hectares, aumento de 0,6%. O maior crescimento, de 1,3%, está nas lavouras de soja (de 20,7 para 20,9 milhões ha).

Essa realidade reflete o retorno do plantio da oleaginosa em áreas que deixaram de ser cultivadas na safra 2006/07. Há também expansão de 1,9% nas lavouras de milho 1ª safra (de 9,5 para 9,7 milhões ha) e de 3,4% no algodão (de 1,10 para 1,33 milhão ha).

O trabalho foi realizado por técnicos da Conab e do IBE, que estiveram em campo no período de 19 a 23 de novembro. Eles ouviram 990 informantes, em 330 municípios, entre representantes de cooperativas, órgãos públicos e privados, agentes financeiros e produtores dos estados do Centro-Sul, Piauí, Maranhão, Rondônia, Tocantins e Bahia.

Esse é o primeiro resultado agrícola unificado dos dois órgãos, que passaram a trabalhar juntos nas pesquisas do setor.

Safra de café – Conab e IBGE vão anunciar no dia 8 de janeiro, a primeira estimativa conjunta da safra de café do ciclo 2008/09. Com isso, os resultados vão levar em conta o ano civil e não mais o ano agrícola.

A decisão faz parte da estratégia de unificar os números oficiais da produção cafeeira, assim como passou a ser feito com os grãos.

“A medida qualifica as informações e minimiza a possibilidade de divergência dos números utilizados pelo setor produtivo e os mercados interno e externo”, diz o diretor de Logística e Gestão Empresarial da Conab, Sílvio Porto.

Bom dia e bom trabalho.

Recorde de vendas online

O Natal deste ano caminha para a obtenção de um recorde de vendas online.

Segundo estimativa da e-bit, o faturamento deve alcançar R$ 1 bilhão, o que representa um crescimento nominal de 45% em relação ao mesmo período de 2006.

Na opinião de Tiago Faus, gerente de Logística e Qualidade da Direct Express, este número tende a crescer cada vez mais. “A previsão da e-bit é de que o número de consumidores passe de 7 milhões para 9,5 milhões consumidores este ano”, acredita.

Para se ter idéia do novo cenário do comércio eletrônico, Faus afirma que nos últimos cinco anos o faturamento cresceu 433% e o número de e-consumidores aumentou 265%. Alguns pontos que podem ter colaborado com esta impulsão são comodidade, facilidade de busca, consulta de preço sem precisar sair de casa e o aumento do poder aquisitivo da população brasileira.

“Depois de uma década, o comércio eletrônico começa a atingir sua maturidade. Além dos sites brasileiros apresentarem condições de oferecer qualidade de atendimento equiparável às melhores do mundo, houve um boom da classe C, que hoje tem mais acesso à Internet”, destaca Faus.

Para a Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa, o consumidor considerado pertencente a esta classe é aquele cuja renda mensal e familiar é de R$ 1.370, e este contingente representa 40% da população brasileira.

Ainda de acordo com a associação, a penetração da internet nas casas destes consumidores passou de 14%, em 2002, para 25% registrados no ano passado. Na Direct, as entregas para estes consumidores, que em sua maioria residem em bairros periféricos, ficam em torno de 30% a 40%.

Apesar da boa expectativa, Faus revela que de 21% dos brasileiros com acesso à rede, somente 5% faz suas compras virtualmente. Isso porque a confiabilidade desse público ainda é baixa em relação a outros países. “Nos Estados Unidos, por exemplo, 42% da população utiliza o e-commerce”.

O executivo aponta que informações precisas e disponíveis em tempo real para o consumidor, além do cumprimento do que foi prometido, principalmente dos prazos, podem reverter esse quadro. “Se a mercadoria não chegar na data combinada, o cliente precisa saber para decidir se ainda quer ficar com o produto”, analisa.

Especializada em operações logísticas para o comércio eletrônico, a Direct Express, tem em sua carteira clientes como Submarino.com, Americanas.com, Saraiva.com, FNAC.com, Natura, LG e Dell.

Responsável por uma demanda de mais 5 milhões de pedidos em 2006, a empresa já projeta um crescimento de 40% para este ano, alcançando um volume médio de 25 mil entregas/dia. Somente no período natalino, a Direct prevê um aumento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Bom dia e bom trabalho.